Minha felicidade eu carrego no colo

Dona-Chica-Chicachila-Toddler-Jeans

Recebemos do Tomás, um dos fundadores da CARPE Projetos Socioambientais, pai do Valentim e cliente Dona Chica, um belo relato sobre ser pai: “Minha felicidade, eu carrego no colo”.

Depoimento de Tomás sobre a paternidade

Obrigada, Tomás, ficamos imensamente felizes em ver também os pais se envolvendo profundamente na criação dos filhos, com sensibilidade e dedicação.

Canguru-Ergonômico-Chicachila-Toddler

Canguru Ergonômico Chicachila Toddler

O que é ser pai

“Desde que me tornei pai, quase todos os dias eu reflito sobre isso: eu carrego a minha felicidade no colo. Já ouvi falar que olhando para nossos filhos saberemos onde está nosso verdadeiro tesouro, e parando para pensar eu carrego todos os dias o meu verdadeiro tesouro no colo.
Ser pai inegavelmente é uma experiência única e extraordinária. Na maioria dos casos é uma curva fora do planejamento, assim como foi para mim. Curva longa, mas que traz muita felicidade. Pai de sangue ou pai de criação, pai é pai.

 

Para ser pai não precisa ser pai biológico, isso é um fato. Para criar um filho ou filha não são necessários laços ou conta sanguínea, mas algo muito mais importante: a presença e o amor. Afinal “família não é sangue, família é sintonia”. Para ser pai precisa estar junto. Essa é uma das coisas que carrego comigo por experiência própria, como filho (não pela presença mas pela ausência de um pai biológico) e agora como pai buscando ser tudo o que meu pai não foi para mim. Desde que meu filho nasceu tive mais certeza disso. Mais importante que compartilharmos do mesmo sangue é estarmos juntos, lado a lado acompanhando a evolução um do outro. Construindo nossa sintonia.

 

Sintonia de pai e filho

Não é a toa que uma das minhas felicidades diárias é estar com ele ao meu lado, justamente no dia a dia. Nem sempre é possível porque as funções são muitas, mas a recompensa é em dobro quando posso estar com meu menor no colo e nas costas, ao meu lado e pendurado em mim, nos plantios e capinas que realizo, nos corres e viagens que faço. Assim como outras coisas mais simples como na cozinha, fazendo nossa comida. Tudo isso para mim representa essa felicidade e realização diária que nos alimenta enquanto pais e pessoas.

 

Uso de slings e canguru ergonômico

Carrinho de bebê usamos pouco e já nem temos mais em casa. Sempre fui de ficar com ele no meu braço, no meu colo e nas costas. Desde que começou a andar sempre incentivado caminhar ao meu lado. Assim como minha mulher, mesmo que com 2 anos e 4 meses o nosso filho já tenha mais da metade da altura dela. Os slings, os braços, o caminhar e atualmente a nossa abençoada chicachila sempre nos contemplaram mais. Para nós esse contato com nosso filho desde criança é essencial e fico muito feliz que isso vem sendo possível de ser realizado. Nada melhor do que carregar ele no meu peito, unindo meu coração com o dele em seus momentos raros de quietude e descanso. Sentir sua mão pequena jogada, com a sua respiração trazendo um conforto e certeza do nosso amor incondicional materializado em nossa cria. Essa é a certeza que nossa felicidade, o nosso verdadeiro tesouro, está conosco, no nosso colo.

 

O fazer junto potencializa nossa coevolução e quando é junto do seu filho não tem nada melhor. Preocupações, nervosismos, correrias, ansiedade e impaciências existem e sempre vão existir. Com eles não será diferente e isso não é novidade. Mas a forma como vamos reagir a isso, é nossa escolha. Estando com eles podemos e temos a necessidade de observar melhor nossas ações porque eles são nossos espelhos. O que fazemos eles farão. Assim, também nos ensinam sobre nossas próprias ações. Cada pai, mãe e família tem suas vivências e fazem suas escolhas. Mas para entendermos o quanto elas farão bem para nossas crias só estando ao lado delas. Não só no café da manhã ou na hora de botar para dormir, mas de forma constante fazendo com que nossa
presença seja realmente oportuna. Precisamos ter tempo, mesmo que em momentos separados, para criar nossos filhos e não terceirizar por completo a educação ou a presença ao lado dele. Criar condições para uma vida de qualidade é essencial mas isso também passa pela presença e pela atenção, que não sejam somente em poucas horas do dia. Façamos função enquanto pais e mães, porque isso vale muito para nós.

 

A felicidade na paternidade

Mesmo não sabendo se estaremos certos ou errados, o estar ao lado, junto e coevoluindo é o que vai nos demonstrar isso. A partir dessa presença e atenção acompanharemos esses passos, os erros, acertos, certezas, incertezas e o prazer dessa coevolução com nossas crias. Ao lado do meu filho vamos vivenciar juntos essas surpresas que nos aguardam, mas sigo principalmente com a certeza de uma coisa: a minha felicidade, eu carrego no meu colo.”

 

Foto: Serginho Lorena

Autor: Dona Chica

Autor: Dona Chica

Postagens Relacionadas

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.